Aguarde. Carregando informações.
CESMAC ONLINE

Para acessar a área do aluno, utilize sua matrícula e senha nos campos abaixo e clique em acessar.

Esqueceu a senha? Clique aqui.

Inclusão e Acessibilidade são debatidos em roda de conversa na Faculdade do Agreste

Ação é coordenada pelo Núcleo de Apoio à Extensão

Na tarde desta quarta-feira, 24, um bate-papo sobre inclusão, acessibilidade e direitos reuniu estudantes, professores, profissionais de diversas áreas de atuação e a sociedade em geral na Faculdade CESMAC do Agreste. A roda de conversa é alusiva ao mês da acessibilidade e inclusão e teve por objetivo discutir as dificuldades e possíveis soluções para as questões das pessoas com deficiência, portadores de síndrome de down e dos autistas.
A ação é coordenada pelo Núcleo de Apoio à Extensão da Faculdade e tem a coordenação da Profa. Patrícia Rocha. “A formação do aluno de direito está além da sua atuação profissional, pois é de extrema importância que ele desenvolva também o papel de agente transformador da sociedade” disse a docente.
“Em relação ao tema, é importante que possamos informar, alertar e conscientizar as pessoas, principalmente a comunidade acadêmica e os estudantes, sobre como o conhecimento jurídico pode amenizar as dificuldades da pessoa com deficiência” completou.
O aluno do 3º período, Anderson Souza, integra a equipe que coordena esta ação que tem previsão de acontecer anualmente. “Integrar a sociedade junto às pessoas com deficiência é o grande objetivo desta ação, contribuindo assim com a difusão da informação sobre o tema e com a resolução de problemas que estas pessoas passam diariamente” afirmou o discente.
Os profissionais convidados foram a Jornalista Mônica de Fátima Alves Pereira, a enfermeira Eliene Jeronimo Santos, o arquiteto Peterson Pereira Brito e a assistente social Maria da Conceição de Jesus Ferro. Todos eles debateram sobre temas ligados à inclusão e as suas dificuldades, a acessibilidade perante ao aspecto das cidades e a importância do serviço de reabilitação para a pessoa com deficiência.
Na parte da noite, finalizando as atividades, foi realizado no pátio da faculdade um momento de conscientização na prática com a simulação de pessoas que não possuem deficiência, para que elas pudessem sentir as sensações e as dificuldades, contribuindo assim com a valorização da causa.
A inscrição do evento foi gratuita, pedindo apenas a contribuição voluntária de 1kg de alimento não perecível a ser doado posteriormente para a Pestalozzi de Arapiraca, que durante o evento foi representada por sua gerente Fabiana Cavalcante. A ação Inclusão e Acessibilidade ainda terá mais três atividades este ano, incluindo entrevistas em TV's, seminários em escolas públicas e blitz de educação no trânsito sobre o tema.