Aguarde. Carregando informações.
CESMAC ONLINE

Para acessar a área do aluno, utilize sua matrícula e senha nos campos abaixo e clique em acessar.

Esqueceu a senha? Clique aqui.

Faculdade do Agreste promove Mesa-Redonda com mulheres de destaque

Atividade encerrou o Seminário Mulher em Evidência no Século XXI

Oito profissionais mulheres que se destacam em suas funções na sociedade e assuntos ligados aos direitos, ao empoderamento feminino e o papel da mulher no meio social. Dessa forma, a programação do Seminário Mulher em Evidência no Século XXI chegou ao fim na tarde desta quarta-feira, 27. A mesa-redonda aconteceu no pátio da Faculdade CESMAC do Agreste e contou com a participação de professores e estudantes.
A proposta central do evento, que também aconteceu na terça-feira, 26, foi debater o papel de destaque que a mulher exerce na sociedade e todos os assuntos que giram em torno do histórico de lutas por igualdade e espaço na sociedade.
O tema da mesa redonda abordou os Direitos das Mulheres, os Sistemas de Justiça, Saúde Mental e Igualdade. Em um tom de conversa e debate, as oito profissionais começaram a falar sobre suas experiências e provocar os participantes a discutir sobre suas opiniões.
“Inserir discussões sobre direito das mulheres dentro da universidade é muito importante para nossa instituição. A ideia foi provocar os nossos estudantes a participar do Debate e ouvir de perto os pontos de vista e posições acerca dos assuntos abordados. Estamos muito orgulhosos” afirmou a Diretora da Faculdade e participante da mesa redonda, professora e advogada Priscila Vieira do Nascimento.
Para a estudante do 6º período, Aline Vieira, o debate permite que àquelas pessoas que não conhecem de perto a temática criem uma consciência sobre o assunto. “Existem as pessoas que realmente tem a mente fechada e àquelas que não têm um entendimento adequado do assunto, por isso, momentos como este permitem o esclarecimento de alguns pontos e a troca de experiências.”
Já a estudante Ruana Rodrigues, do 1º período, diz que a luta feminista precisa envolver não apenas as mulheres, mas sim toda a sociedade, principalmente os homens. “É bastante importante o envolvimento de homens nesses encontros, pois assim eles podem de fato ter conhecimento e consciência sobre o papel, a luta e os direitos da mulher na sociedade” afirmou.
O acadêmico de direito Matheus Nunes de Oliveira diz que “é excelente ter oportunidade de participar de eventos como este sem julgamentos, expondo a nossa opinião e aumentando nossa consciência e percepção sobre o assunto. A luta das mulheres por direitos precisa ser discutida em todos os ambientes.”
As profissionais que participaram do Debate foram: a linguista Ana Fireman, as advogadas Patrícia Rocha, Virgínia da Hora, Karina Franco e Priscila Vieira, as psicólogas Bárbara Mendes e Wildicleia de Oliveira e a professora Ivana Attanasio.