TEXTO
TEXTO
+ -

Olá, seja bem vindo!

Esqueceu a senha? Clique aqui.

Baixe o nosso app:

Egressa Direito Agreste é aprovada em concurso para Juiz no Estado do Paraná

Jéssica Santos sempre tive como objetivo profissional de vida a magistratura, por isso manteve o foco nos estudos para conquistar a aprovação

21/06/2022 às 11h35

A egressa do curso de Direito da Faculdade Cesmac do Agreste, Jéssica Lourenço de Sá Santos, foi aprovada no concurso de Juiz Substituto no Estado do Paraná. A advogada é natural de Arapiraca (AL), e sempre teve como objetivo profissional de vida a magistratura, se dedicando aos estudos para esse concurso. A dedicação já começou no período da faculdade, revisando e estudando em casa o conteúdo que o professor trabalhava em sala de aula e seguindo também um cronograma próprio de estudos.
A preparação foi fundamental para que Jéssica pudesse conquistar a aprovação tão sonhada, passando pelas cinco fases do concurso incluindo provas objetiva; discursiva; de sentenças cível e criminal; investigação social; e por último a prova oral.
“A faculdade Cesmac do Agreste foi fundamental na minha formação acadêmica, tendo em vista tratar-se de um local de excelência e que é referência no estado de Alagoas. Sempre recebi bastante apoio e incentivo dos professores da Instituição, me auxiliando na indicação de bibliografias e na organização dos estudos”, declara. A egressa também faz questão de destacar a qualidade do acervo bibliográfico da faculdade, com acesso a diversas obras e local estruturado para estudar. “Gostava muito de frequentar a biblioteca, sempre estava por lá, como chegava um pouco mais cedo, aguardava o professor, até ele chegar, eu aproveitava para estudar, o pessoal já me conhecia”, comenta com risos.
Jéssica afirma ainda: “não tenho dúvida que o sucesso de uma aprovação passa por uma boa formação acadêmica, e isso me foi proporcionado com êxito pela Faculdade Cesmac do Agreste. Passar no concurso da magistratura foi a realização de um sonho. Foi um longo processo de estudo e disciplina e, principalmente, de renúncias, mas que valeram a pena”.
É provável que a posse no cargo aconteça no final de julho. O novo ciclo pós-formação e consolidação profissional inicia para a advogada formada no Cesmac Agreste. “A partir de agora poderei, através de uma prestação jurisdicional efetiva, levar justiça e equidade àqueles que esperam ver seus direitos fundamentais reconhecidos”, conclui.